Escolha uma Página

10 agoDestaque, News

Buy Now, Pay Later: Swap lança a primeira solução white label do Brasil

Leitura

Compartilhar

FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

O crediário não é mais o mesmo. Os avanços tecnológicos transformaram a maneira de comprar dos brasileiros e agora até o tradicional crediário entra na era digital. A Swap está acompanhando de perto esses movimentos e traz ao mercado uma nova solução para que as empresas possam oferecer ainda mais serviços financeiros aos seus clientes.

Animados com a ideia? Então segue o texto!

A Solução BNPL powered by Swap

Com o avanço das soluções “Buy Now Pay Later” (BNPL), a Swap dá mais um passo em sua jornada de inovação tecnológica e lança  a primeira solução White Label (BaaS) para plataformas de BNPL no Brasil.

Um dos caminhos para difundir as soluções BNPL é ampliar a aceitação por parte de lojistas e outros estabelecimentos – na Swap, resolvemos esse ponto com a rede Mastercard e a partir do uso de cartões virtuais de uso único (Single Use – Virtual Card Number, SU-VCN), uma feature pouco explorada pelo mercado, mas igualmente aceita em toda rede Mastercard, com mais de 2 milhões de estabelecimentos.

Além de resolver o problema de aceitação do BNPL, a Swap também garante que o crédito seja usado somente para fins específicos, através de sua solução de múltiplos saldos e autorização compartilhada com regras flexíveis e configuráveis.

Por exemplo, se a sua solução de BNPL busca dar crédito direcionado para compras no segmento de eletrônicos, você pode emitir cartões virtuais de uso único, aceitos em qualquer estabelecimento (sem a necessidade de integração direta) e ainda garantir que o uso do crédito será direcionado para o fim específico, ou seja, em lojas selecionadas e somente para compra de produtos eletrônicos. 

É desse modo que a Swap traz a primeira solução White Label (BaaS) para plataformas de Buy Now Pay Later (BNPL) no Brasil. Focando no problema de aceitação destas plataformas e ampliando o leque de financiamento de consumo de bens e serviços, nossa solução combina os SU-VCN (cartões virtuais de uso único) e nossa estrutura de autorização flexível e configurável com as iniciativas de BNPL, tanto existentes quanto as que vão surgir.

Funciona assim:

Diagrama de funcionamento BNPL by Swap
  • O cliente encontra o produto que quer comprar, solicita o crédito para a sua empresa e acerta os termos de pagamento (valor, prazo e condições);
  • Em seguida, sua empresa analisa o pedido de crédito dos clientes e, após aprovado, solicita a criação de um cartão virtual com a gente;
  • Via a plataforma da Swap, você cria e carrega o cartão virtual – aqui é importante destacar que para que o carregamento seja efetivado, é fundamental que haja dinheiro da sua empresa na Swap;
  • Com o cartão virtual liberado, o cliente realiza a compra, o cartão virtual é cancelado e posteriormente você emite boletos ou outros meios para que o cliente realize o pagamento da compra que foi parcelada pela sua empresa utilizando a plataforma da Swap.

Mas o que é ‘Buy Now, Pay Later’?

Provavelmente, em algum momento você viu ou ouviu na mídia sobre a redescoberta do “bom e velho” crediário da Casas Bahia. A notícia trouxe à tona um tema bastante atual, mas com raízes não tão novas assim: “Buy Now, Pay Later” (BNPL) – vale também a leitura do artigo recente que nosso CEO publicou sobre os impactos do BaaS no mercado.

A busca pelo assunto ganhou maior projeção após o anúncio de que a Apple Pay, o sistema de pagamento digital da Apple, vai começar a parcelar compras, um serviço chamado provisoriamente de “Apple Pay Later”. 

Dar crédito não é algo necessariamente novo, mas a institucionalização e democratização do crédito foi responsável por alavancar o varejo e os negócios. No Brasil, o crédito teve papel imprescindível para o desenvolvimento da indústria de veículos em geral, eletrodomésticos, móveis e outros bens de consumo duráveis, especialmente o famoso “crediário” – forma de financiamento de bens e serviços com parcelas fixas, além de juros e correção monetária embutida.

O avanço das tecnologias de meios de pagamento transformou a forma de conceder crédito e democratizou ainda mais o acesso aos bens de consumo. Não à toa, em 2004, a grande difusora da cultura do crediário, a rede Casas Bahia, firmou parceria com um grande banco nacional para operar produtos financeiros e serviços diretamente aos clientes da rede. 

É justamente essa evolução tecnológica que coloca as soluções “Buy Now, Pay Later” no centro. Atualmente, existem diversas plataformas que estão trazendo modelos ainda mais inclusivos e inovadores ao mercado, ampliando o acesso ao crédito mais barato (sem taxas abusivas). A tecnologia resgatou o crediário.

O crescimento do ‘Buy Now, Pay Later’

Os serviços BNPL são exatamente o que o nome promete, ou seja, serviços que permitem aos clientes comprar algo, na maioria das vezes por meio de lojas virtuais, para pagar posteriormente, seja de maneira integral ou em prestações.

Os cartões de crédito, que também não são tão novos assim, são ferramentas de financiamento bastante úteis nesse contexto. A grande “desvantagem” dos cartões de crédito convencionais é que os saldos são acumulados até que o titular do cartão os pague, o que significa que há um limite de consumo que pode representar um problema em uma situação mais emergencial.

Não podemos esquecer que no Brasil ainda existe um fator adicional: análises complexas de crédito para conceder cartões aos clientes. Muitas vezes, o cliente não possui histórico de crédito e, portanto, conseguir um cartão se torna mais difícil. Não à toa, ainda temos mais de 34 milhões de pessoas sem contas bancárias e aproximadamente 90 milhões sem cartões de crédito.

Vale destacar que ainda há elementos que podem tornar a análise de crédito ainda mais complexa quando não se restringe ao indivíduo, mas também diz respeito ao que o indivíduo vai adquirir. Por exemplo, a decisão de emprestar R$10 mil para o João comprar um iPhone é mais complexa do que a de emprestar R$10 mil para o João – e ainda mais complexa quando a ideia é a de emprestar R$10 mil para o João comprar um pacote de viagens para a próxima Copa do Mundo

Essa complexidade  existe, pois além do histórico de crédito, considera-se o uso que se dará ao recurso que está sendo captado e à capacidade de pagamento futura para aquele determinado fim, além de outros elementos que possam elevar o risco de inadimplência. Desse modo, por vezes o cliente pode ter sua solicitação recusada. 

Ainda que o cenário seja complexo, assim como o crediário democratizou o acesso ao crédito e aos bens de consumo duráveis, as soluções “Buy Now, Pay Later” estão incluindo as gerações mais novas no mundo do consumo

A geração que mais usa o BNPL são os millennials (nascidos entre 1981-1996), mas a geração Z (nascidos entre 1996-2010) também está seguindo a mesma tendência, especialmente pela familiaridade com o ambiente digital.

Quais as soluções de BNPL no mercado?

Neste universo que se abre com o avanço da tecnologia, existem novos modelos de negócios sendo explorados com BNPL, dentre eles, destacamos:

  • Aplicativos de compras integrados – modelos mais difundidos que oferecem compras, pagamentos, financiamentos e produtos bancários em uma única plataforma, como é o caso de plataformas de lojas virtuais;
  • Soluções de financiamento “sem cartão” (mais parecido com o crediário que conhecemos) – são soluções de financiamento de bens e serviços sem o uso do cartão de crédito;
  • Modelos virtuais de “aluguel para propriedade” – modelo que atende principalmente pessoas com histórico de crédito negativado ou sem histórico de crédito, onde um produto é alugado e o cliente tem a opção de comprar o produto em determinado momento;
  • Ofertas de parcelamento vinculado a cartão (modelo mais adotado em países da Ásia e América Latina) – são os parcelamentos de compras de valores mais elevados, via cartão de crédito, mas sem juros, taxas ou análises de crédito em períodos que excedem os convencionais “em até 12 meses”.

Com solução de BNPL da Swap, continuamos na jornada para possibilitar que diversas empresas possam oferecer serviços financeiros aos seus clientes, de forma independente e atenta às oportunidades do mercado, tornando histórias impossíveis, possíveis.

Ficou interessado? Fale com nosso time aqui e faça parte dessa revolução.

Destaques

Veja também…

Newsletter

Receba os últimos conteúdos da Swap