Escolha uma Página

Cardless Payment traz tokenização e carteiras digitais em uma única integração e em tempo recorde

Leitura

Compartilhar

FacebookTwitterLinkedInWhatsApp

Cardless Payment: tokenização e carteiras digitais em uma única integração. Para revolucionar os meios de pagamento, Swap apresenta produto desenvolvido em parceria com a Mastercard® para pagamento pelo celular sem uso do cartão que permite aos seus clientes lançarem seus cartões virtuais de múltiplo uso nas principais carteiras digitais (Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay) com uma única integração e em tempo recorde (em menos de 1 mês) – antes do Cardless Payment, as empresas precisavam fazer contratos e integrações com cada wallet em um processo que podia levar mais de 6 meses. 

Swap Lança Cardless Payment

Foi-se o tempo em que o celular era um mero equipamento telefônico. Hoje em dia, esse pequeno aparelho se tornou tão valioso a ponto de ser o guardião de nossos documentos e até do nosso dinheiro. Ou quase isso!

O equipamento é, na verdade, um meio de comunicação entre nós e a informação, que fica na nuvem! É por isso que esses gadgets como celulares e relógios se tornam seguros para substituir cartões bancários em transações onlines e presenciais e vem conquistando espaço em todo o mundo por meio NFC (Near Field Communication ou Campo de Comunicação Próximo em português), a tecnologia que permite colocar seu cartão direto na wallet dos celulares para pagamento por aproximação.

O uso dos gadgets como forma de  realizar pagamentos no mundo físico tem sido incentivado pelas empresas e ganhado ainda mais força devido à segurança oferecida, pois essa tecnologia, que funciona tanto em compras presenciais como em compras virtuais, substitui o número do cartão por um número alternativo, chamado de token, tornando o procedimento muito mais seguro.

Com a tecnologia, dispositivos como celulares e relógios conseguem trocar informações por proximidade, como já acontece com o Bluetooth ou Wi-Fi, mas via indução magnética em um campo muito menor, o que oferece mais segurança porque a conexão estabelecida é apenas entre os dois dispositivos.

Junto a isso, o pagamento por aproximação atendeu a necessidade dos consumidores que, por conta da pandemia do coronavírus, passaram a preferir a ausência de contato físico na hora de pagar. Da mesma forma, trouxe uma alternativa para diminuir os riscos relacionados à escassez global de chips na indústria de cartões – a falta do insumo praticamente zerou o estoque de chips das emissoras de cartões em 2021 e tende a perdurar até meados de 2023. 

Para revolucionar a forma em que as empresas oferecem o serviço de pagamento por aproximação aos seus clientes, a fábrica brasileira de fintechs Swap acaba de lançar o Cardless Payment que, muito mais do que uma tokenização, é um pacote completo para agilizar e simplificar a integração das empresas que desejam aderir à tecnologia. 

O Cardless Payment foi desenvolvido a partir da tecnologia de tokenização da Mastercard®, o MDES (MasterCard Digital Enablement Service), já que a Swap é parceira da Mastercard® por meio do programa de aceleração Mastercard Engage. Considerada um “Mastercard Enabler”, a Swap habilita outras empresas a emitir seus próprios cartões bandeirados, incentivando a inovação no ecossistema de pagamentos.

O grande diferencial do Cardless Payment é que a integração completa com as principais carteiras digitais – Apple Pay, Google Pay e Samsung Pay – é feita em, no máximo, 1 mês, e em um único e simples processo. Até então, as fintechs que quisessem oferecer a possibilidade de pagamento através do celular em pontos físicos, tinham que fazer a integração individualmente com cada uma das carteiras digitais  em um processo trabalhoso que poderia levar até mais de seis meses. Uma complexidade que travava a popularização da tecnologia.

Doug Storf. CEO da Swap, explica que, com essa agilidade e simplicidade na integração do produto, a Swap incentiva uma transformação em todo o mercado. 

“Com Cardless Payment, o usuário pode receber seu cartão virtual imediatamente após se cadastrar em uma plataforma, e já sair usando. Para as fintechs isso significa menor custo e maior engajamento, para o usuário significa maior agilidade e segurança”, explica o CEO. “Além disso, outro grande diferencial do produto oferecido pela Swap é a abstração da complexidade e agilidade que tudo isso vai acontecer, o que incentiva a adesão à tecnologia”, completa.

Pagamento por aproximação em alta 

O pagamento por aproximação cresceu 474% entre o primeiro trimestre de 2021 e 2022, somando mais de R$ 100 bi no 1º trimestre de 2022, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito (Abecs).

Dados retirados do relatório da ABECS/1º trimestre de 2022

A associação revela que o NFC é a tecnologia de pagamento que mais cresce no país e que a estimativa para 2022 é que cerca da metade das compras realizadas de forma presencial sejam feitas com essa tecnologia.

*Tabela retirada do relatório da ABECS/1º trimestre de 2022

Pessoas de todas as gerações entrevistadas por um outro estudo, desta vez realizado pela PYMNTS, também em 2021, disseram que “conveniência, velocidade e segurança” foram os principais motivos para o uso da tecnologia sem contato. Os entrevistados disseram que só não usam a facilidade quando ela não está disponível ou não é compatível na hora de quitar as suas compras.


Quer mais informações sobre o Cardless Payment? Clique aqui.

Destaques

Veja também…

Newsletter

Receba os últimos conteúdos da Swap